Início Blog Comunicação, Criatividade e Inovação #004

Comunicação, Criatividade e Inovação #004

A maior celebração do cinema mundial e da Terra aconteceu ontem: a 90ª cerimônia do Oscar. Você, que é bem informado, antenado e tem bom gosto, claro que já estava muito bem preparado para discutir as principais categorias e trazer curiosidades a respeito dos filmes porque acompanhou a página da All Press Comunicação no Facebook pelas duas últimas semanas, quando fizemos posts especiais sobre o assunto.

(Se você ainda não curte a nossa página – shame on you – e passou vergonha nos bolões do Oscar, clique aqui e nunca mais repita esse erro)

No Comunicação, Criatividade e Inovação dessa semana, traremos o resumo das coisas mais legais que aconteceram no Oscar, as tradicionais novidades das redes sociais, aplicativos e ações criativas.

1. Oscar: Se você não teve a oportunidade de acompanhar a cerimônia, aqui vai um resumo das coisas mais importantes da noite:

  • Abertura de Jimmy Kimmel: Falou do Oscar como o melhor homem de Hollywood: “Deixa as mãos visíveis, não fala coisas desrespeitosas e, o principal, não tem um pênis”.
  • O discurso de Viva! – A Vida é uma Festa: Se você ainda não consegue entender a importância da representatividade em filmes, veja o que os vencedores da categoria de Melhor Animação tem a dizer: “Com o filme, nós tentamos dar um passo adiante em direção a um mundo em que todas as crianças podem ver personagens em filmes que se parecem, falam e agem como elas. Pessoas marginalizadas merecem sentir pertencimento.”
  • Jordan Peele, de Corra!, foi o primeiro negro a ganhar melhor roteiro original.
  • Frances McDormand venceu, pela segunda vez, o Oscar de melhor Atriz, dessa vez,  por Três Anúncios Para um Crime. Aos 60 anos, pediu que todas as mulheres indicadas da noite se levantassem. Sem dúvida, o mais importante discurso da noite. E terminou com duas palavras que podem mudar Hollywood: Inclusion Rider. Ela não explicou na hora, mas eu explico aqui. Trata-se de uma cláusula que um ator ou cineasta pode pedir em seu contrato que obriga toda a produção a ter um certo nível de diversidade racial e de gênero tanto no elenco quanto na equipe. Ah, e depois ainda tentaram roubar o Oscar dela (sério).
  • A conferidinha que o Guillermo Del Toro deu no envelope antes de pegar o prêmio de Melhor Filme. Afinal, já pensou se estivesse escrito La La Land?
  • Em vez da indelicada música ao final dos discursos, Jimmy Kimmel teve uma ideia para diminuir as falas: presentear o menor discurso da noite com um Jet Ski. Se funcionou ou não, não dá pra dizer, mas vários discursos mencionaram que seriam breves apenas por causa dessa recompensa.

2. Redes & Apps:

++ Google: No fim de fevereiro, um relatório disse que a empresa registrou 2,4 milhões de pedidos de direito ao esquecimento na União Europeia. Quase a metade (43%) foi aceita. Trata-se de um direito que usuários têm de pedir ao Google que um determinado link que possa prejudicá-los seja excluído. Mais ou menos um terço dos pedidos eram para excluir informações pessoais em catálogos ou histórias em redes sociais, enquanto 20% abrangiam o histórico jurídico da pessoa.

++ Falando em Google, a Wired tem uma brincadeira/quadro de entrevistas bem legal. Convida celebridades para responder as perguntas mais feitas no Google sobre elas. Só que, da última vez, a equipe de pesquisa da Google é que foi chamada para falar sobre a empresa.

++ Instagram: Ao que parece, está nos planos que o app tenha a possibilidade de fazer chamadas em vídeo.

++ Vero: Você tem uma conta nessa rede? Não? Pois deveria. Nem que seja pra ficar de olho, porque pode ser a substituta para o Facebook e o Instagram (sabe-se lá daqui a quanto tempo). É uma rede que não tem propaganda e promete respeitar a privacidade dos usuários. Parece perfeito, mas tem alguns problemas. Por exemplo, não há a possibilidade de anonimato e, uma vez criada uma conta, nunca mais pode ser deletada. Quem usa muito a rede é o diretor Zack “SnyDeus” Snyder. Ele até lançou um curta diretamente na rede.

3. Uber: Semana passada, rolou a votação na câmara para decidir, basicamente, se pode ou não pode ter Uber, 99Pop e Cabify. Cheguei a passar por um ponto de táxi em que os taxistas viam juntos uma reportagem sobre. Resultado: pode. Os motoristas não vão precisar ser donos dos carros, que, por sua vez, não precisarão de placa vermelha. Mas… Os municípios terão liberdade para regulamentar e fiscalizar os serviços.

++ Vamos combinar que seria difícil imporem tantos “limites” ao Uber, basicamente, porque a liberdade faz parte do espírito da empresa. E ninguém quer atrapalhar o Uber aqui. Primeiro, porque o mercado brasileiro é o segundo maior do mundo para a empresa (perde só pros States). Segundo porque rendeu quase 1 bilhão de reais em impostos no ano passado.

4. Isso é muito Minority Report: Do The Verge, uma longa e muito bem escrita reportagem, que recomendo. Se não houver tempo, eu resumo. Há uma Startup chamada Palantir – uma das empresas privadas mais bem avaliadas do Vale do Silício – que, há mais de cinco anos, desenvolveu um sistema de policiamento preventivo em Nova Orleans que nem os próprios vereadores conhecem direito. O prefeito da época entregou dados da polícia para que a inteligência artificial desenvolvida conseguisse prever crimes, os responsáveis e as vítimas. Um dos dados trazidos é que a empresa conseguiria prever entre 30 e 40% das vítimas de tiroteios.

5. Novos Mercados: O Buzzfeed, por meio da marca Tasty, vai apostar em um setor um tanto quanto inusitado: utensílios de cozinha. A empresa fez uma parceria com o Walmart para vender esses produtos nos supermercados. Basicamente, buscam uma nova forma de receita. Ao mercado, está a vantagem de atrair novos consumidores/leitores do Buzzfeed. Ano passado, o Buzzfeed vendeu um smartfogão, que se conectava à Internet. Por que essas apostas inusitadas? A receita ficou uns 20% abaixo do esperado e tiveram que demitir 100 funcionários.

++ Já que estamos falando de comida (tá, não é beem assunto, mas deixa eu usar o gancho): O McDonald’s lançou a campanha Que Tasty Foi Esse? e a caixinha do lanche vai vir acompanhada de tweets do Neymar.

++ No dia Dia dos Namorados dos Estados Unidos, a Snickers fez um restaurante móvel para quem esquecer de reservar mesas para a data.

6. Celulares Hipster: Teclado de máquina de escrever para Smartphones e Nokia relançando novas versões de modelos antigos. É mole?

 

+++ Saraiva dá desconto de 50% no Dia da Mulher. E cria lista de escritoras que você deveria ler.

+++ O professor que viralizou com aula de computação sem computador e chamou atenção da Microsoft

SEM COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta