Comunicação, Criatividade e Inovação #003

Por All Press Com

Hoje, o dia, você sabe, foi do Halo Solar. Quer um drinking game criativo? Um shot para cada foto do céu que você ver no Instagram. Se for trabalhar amanhã, não jogue. A ressaca é garantida.

Bom, se Deus fosse uma empresa, colocaria o Halo como destaque maior do post. Afinal, só se falou disso nas redes, praticamente. Como não é, vou falar de filmes, série, Internet e Redes e outros assuntos. Todos (quase) tão incríveis quanto o céu hoje.

1. Pantera Negra: Já tinha falado no primeiro post, mas tenho que falar mais ainda. Eu vi e, confie, é o melhor filme da Marvel Studios – talvez só rivalize com Os Vingadores. Se a minha opinião não vale tanto pra você (sniff), saiba que ele já quebrou recorde de Star Wars e foi nomeado o melhor de todos os tempos pelo Rotten Tomatoes. Não há medo ou receio de dizer que o figurino foi inspirado pelo Superman ou que Gotham City influenciou o diretor (Superman e Batman são da rival DC Comics). Capaz, inclusive, de vermos uma versão de quatro horas. Mas recomendo (fortemente) que vejam os seguintes conteúdos sobre o filme:

1.1 Reportagem do The Intercept sobre rolezinho organizado pelo Coletivo Preto e o Grupo Emú num shopping frequentado pela elite branca carioca.

1.2 Os vários detalhes da produção que celebram a cultura africana.

1.3 Como o filme conserta vários problemas que os filmes da Marvel costumam ter. (Esse tem spoilers).

++ Esse ano não é só o ano de Vingadores: Guerra Infinita, mas também do aniversário de 10 anos da Marvel Studios nos cinemas. Interessante relembrar os bastidores do filme que deu origem a tudo, Homem de Ferro.

++ Ingressos pro Pantera Negra.

2. Amazon: Mais uma jogada criativa da empresa. When in Rome é um jogo de tabuleiro que tem como juíza a Alexa, assistente virtual da Amazon. Você escolhe uma cidade no mundo e ela começa a te fazer perguntas sobre a cidade. Quanto mais acertos, mais pontos.

3. Redes:

++ Snapchat: A rede não morreu ainda, garanto. Mas, não vai durar muito. A Kylie Jenner (apesar do sobrenome diferente, é uma das Kardashians) tweetou o seguinte: “Então… Mais alguém não abre mais o Snapchat? Ou só eu… Triste isso”. Resultado? As ações do Snap despencaram e houve uma perda de R$4,22 bilhões.

++ Facebook: Confuso com o novo alcance orgânico? Eis um guia. E o Banco do Brasil vai liberar transações por Face.

++ Twitter: Milhares de contas foram bloqueadas por suspeita de serem robôs. Grandes nomes da Direita reclamaram de perda massiva de seguidores.

++ Foxnews: Falando em direita, a emissora vai lançar um serviço de vídeo por streaming com foco em política.

++ YouTube é a plataforma mais lucrativa para criadores de conteúdo.

++ Pra rir um pouco: E a gente acha que influencer não sofre.

4. Desnude: É o nome de uma série erótica com roteiro de mulheres que vai sair dia 5 de março na GNT. Em cada episódio, uma atriz talentosa dará voz e corpo à experiências e fantasias da mulher brasileira, inspiradas em histórias que foram enviadas pelo site do canal.

++ Um vídeo GENIAL. Uma paródia de Cell Block Tango sobre mansplaining.

++ Aqui, um vídeo NADA genial. Lucas Mendes, do Manhattan Connection, chamando ginastas que foram abusadas por um médico de interesseiras. Até agora, nenhuma punição por parte da Globonews.

5. Acesso à Internet: Um estudo do IBGE de 2016 trouxe dados sobre o tema. Vamos a alguns dados relevantes:

  • 94,2% das pessoas que utilizaram a Internet o fizeram para trocar mensagens
  • Assistir a vídeos, programas, séries e filmes foi a segunda mais frequente motivação (76,4%)
  • 94,6% se conectaram via celular
  • Um quarto dos estudantes da rede pública não acessava a Internet
  • No Nordeste, 40% das pessoas que não utilizaram a Internet alegaram não saber acessá-la

++ Da coluna do Pedro Doria: “O IBGE soltou, esta semana, a PNAD Contínua: 30% dos brasileiros não têm internet em casa. Os estados cobram impostos ali no teto das empresas de telecomunicações por um único motivo. É fácil. Todo mundo usa celular, TV a cabo, as contas são altas. Mete um imposto caro, o cofre enche fácil. Corte o imposto em telecomunicações e os estados, já falidos, não fecham as contas de jeito nenhum. Cobrar caro do celular não é estratégico. É só fácil. Porque o imposto é caro, quem fica sem internet, hoje, é o pobre. Resultado a longo prazo: um país menos conectado porque conectar equipamento demais é caro. Por isso, um país sem infraestrutura inteligente. Sem população capacitada a trabalhar na indústria 4.0.”

6. Bad News: Um game criado pela Universidade de Cambridge explica mais do que didaticamente o que são Fake News, como se espalham e o que passa na cabeça dos “criadores”. Assim, fica mais difícil as pessoas acreditarem em qualquer coisa. E o melhor? O jogo é bem legal.

+++ A nova música da MC Loma.

+++ Jaspion vai ganhar um remake brasileiro. E a Nana Gouvêa vai protagonizar um filme nos Estados Unidos. Para qual você está mais animado?

+++ O @Rogério recomendou o seguinte link: 10 TED Talks para o time de Marketing Digital.

+++ Versão anos 80 de músicas pop de agora. Muito legais.